Os chatbots são o futuro do coaching?

Artigo

Os chatbots são o futuro do coaching?

Artigo
Os chatbots são o futuro do coaching?

“O mundo moderno não nos recompensa mais pelo que sabemos, mas pelo que fazemos com aquilo que sabemos.” Essa frase de Andreas Schleicher, Director for Education and Skills na Organization for Economic Co-Operation and Development, resume perfeitamente o estado atual da educação corporativa. Ensinar deve ser algo específico e, ao mesmo tempo, multidisciplinar. Personalizado e, ao mesmo tempo, colaborativo, e tudo isso utilizando as ferramentas adequadas.

Não é nenhuma surpresa que a educação digital se tornou um elemento fundamental para qualquer programa de treinamento, especialmente considerando a ênfase que está sendo dada ao desenvolvimento contínuo. E nos últimos anos, diversas inovações colocaram os alunos em destaque. Os chatbots são um exemplo. A Inteligência Artificial pode fazer uma diferença significativa na efetividade de um programa de treinamento. Poderiam os chatbots se tornarem os tutores de amanhã?

Chatbots: tutores 3.0

Temos gente nova na área: os chatbots. Intuitivos, mobiles e fáceis de usar, eles estão se tornando cada vez mais uma ferramenta poderosa de suporte e motivação para treinamento. Chatbots podem se comunicar com alunos e responder suas perguntas de maneira precisa e específica. Apesar dos pontos positivos, esses robôs não são substitutos dos tutores humanos. Eles devem ser encarados como uma ferramenta adicional que apoia as experiências de educação digital com respostas para dúvidas comuns. Para todo o resto: dúvidas contextualizadas e encorajamento pessoal

Dito isto, temos que aceitar que os chatbots estão se comunicando cada vez melhor com as pessoas. As respostas que esses assistentes virtuais dão são, muitas vezes, impressionantes. Quando integrados totalmente nos programas de educação digital de uma empresa, os chatbots podem ser altamente valiosos.

A informação certa no momento certo: essencial para o sucesso de treinamentos digitais

29% dos supervisores de treinamento que se interessam por educação digital gostariam de tornar seus programas mais efetivos. E 21% deles querem ser mais responsivos aos desafios do negócio. Quanto aos alunos, 27% acreditam que o conteúdo adequado é um fator decisivo para um bom treinamento.*

Para garantir que os chatbots deem as recomendações certas, especialistas são responsáveis por programá-los com uma infinidade de alternativas de respostas. Esses especialistas (humanos) devem efetivamente ensinar os robôs. Investir nesta etapa é essencial se você quer que a experiência do usuário seja a mais personalizada possível.

Chatbots também têm outra vantagem: eles proporcionam independência aos alunos. A aprendizagem deixa de estar confinada às rotinas tradicionais de trabalho; caso os alunos tenham uma necessidade, basta pedir ajuda ao chatbot.

Com chatbots, as empresas estão melhor preparadas para responder a cada aluno em um nível individual, algo que os humanos não conseguem fazer. Mesmo com recursos limitados, as empresas podem se apoiar nesses assistentes disponíveis 24/7 para alavancar seus programas de treinamento.

 

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!