Os chatbots são o futuro do coaching?

Artigo

Os chatbots são o futuro do coaching?

Artigo
Os chatbots são o futuro do coaching?

“O mundo moderno não nos recompensa mais pelo que sabemos, mas pelo que fazemos com aquilo que sabemos.” Essa frase de Andreas Schleicher, Director for Education and Skills na Organization for Economic Co-Operation and Development, resume perfeitamente o estado atual da educação corporativa. Ensinar deve ser algo específico e, ao mesmo tempo, multidisciplinar. Personalizado e, ao mesmo tempo, colaborativo, e tudo isso utilizando as ferramentas adequadas. E tem ferramenta nova na área: os chatbots.

Não é nenhuma surpresa que a educação digital se tornou um elemento fundamental para qualquer programa de treinamento, especialmente considerando a ênfase que está sendo dada ao desenvolvimento contínuo. E nos últimos anos, diversas inovações colocaram os alunos em destaque. 

Os chatbots são um exemplo: a Inteligência Artificial pode fazer uma diferença significativa na efetividade de um programa de treinamento. Poderiam os chatbots, então, se tornarem os tutores de amanhã? Continue acompanhando a leitura para obter essa resposta e tirar todas as suas dúvidas sobre esta ferramenta inovadora.

O que são chatbots?

Chatbots são softwares desenvolvidos capazes de conversar com usuários humanos simulando uma troca de mensagens real e em linguagem natural. Eles também costumam ser conhecidos como “assistentes virtuais” e estão cada vez mais presentes na internet. 

A origem de seu nome é em inglês e significa a junção das palavras “conversa” (chat)  e “robô” (bot), ou seja, um “bate-papo” com um robô. Para que funcione com excelência, os chatbots são desenvolvidos a partir de computação cognitiva e costumam fazer uso da Inteligência Artificial. Assim, se torna possível imitar conversas reais com os usuários de diversas plataformas digitais, aplicativos ou sites de e-commerce.

Mas… e na educação corporativa? Os chatbots também são uma ótima opção! Eles são intuitivos, mobiles e fáceis de usar. Por isso, estão se tornando cada vez mais uma ferramenta poderosa de suporte e motivação para treinamento, pois podem se comunicar com alunos e responder suas perguntas de maneira precisa e específica.

Como funcionam os chatbots?

O chatbots são ilimitados quanto ao seu tempo de funcionamento, podendo dar respostas e interagir com os usuários seja qual for o momento: 24 horas do dia nos 7 dias da semana.

Como dito anteriormente, eles fazem uso da inteligência artificial para alcançar excelência e naturalidade nas conversas. Porém, além da IA, eles também podem funcionar por meio do estabelecimento de diretrizes. Veja abaixo a diferença entre os dois tipos de chatbots:

Baseado em diretrizes pré-definidas

As respostas são baseadas em um banco de dados com questões frequentes, imagens, links e entre outros elementos que servirão para guiar o usuário até a solução do seu problema. Esse modelo é mais limitado, pois só reage a características e informações pré-definidas.

Com Inteligência artificial

Já o modelo com IA, ou machine learning, o software registra todas as interações dos usuários e fornece respostas mais precisas e específicas com base nos históricos. Ele utiliza o conceito PLN (Processamento da Linguagem Natural) para fazer a interpretação e responder de forma mais natural e humana.

Além desses, ainda há um outro tipo de chatbot que tem crescido cada vez mais: os voicebots. Neste modelo, as conversas são feitas através de chamadas onde a conversa é realizada por áudio. 

Para que servem os chatbots?

Os chatbots estão se tornando cada vez mais atraentes, pois podem oferecer suporte imediato ao usuário e funcionar como um assistente real através da interação por meio de mensagens automatizadas. Isso reduz muitas necessidades de empresas, afinal, não se torna mais essencial uma enorme equipe para este atendimento. 

Eles têm como objetivo otimizar algumas funções que antes demandavam mais pessoas e tempo, fator de grande vantagem para as empresas que não possuem recursos suficientes para manter muitos atendentes.

Contudo, eles tomaram uma proporção maior e podem se tornar um grande investimento na área da educação. Neste caso, as pré-definições se baseiam nos conteúdos das aulas, permitindo a conversa dos alunos sobre diversas matérias e assuntos específicos. No tópico a seguir, abordaremos mais essa ligação com o foco na educação corporativa. Continue acompanhando!

Como vincular essa tecnologia aos treinamentos corporativos?

Afinal, será que realmente tem como vincular os chatbots aos treinamentos corporativos? A resposta é: sim! Inclusive, os chatbots podem ir muito além do que vão os assistentes virtuais mais conhecidos como: Siri, Alexa, Cortana, Google Assistant, etc.

Para organizações que possuem programas de treinamento digitais, esses robôs podem funcionar como tutores virtuais que atendem seus alunos, seja qual for a hora do dia ou qual for o dia da semana. Eles podem estar disponíveis a todo tempo e atender cada aluno de forma personalizada. 

Pense mais além: os treinamentos podem ser desenvolvidos por sistemas baseados em Inteligência Artificial, coletando os dados de toda a equipe de colaboradores e identificando com assertividade e agilidade quais são as competências que precisam ser trabalhadas e preenchidas. Ao falarmos de agilidade, estamos falando de respostas obtidas em poucos minutos! Incrível, não?

Além disso, os chatbots também podem evoluir de tal forma dentro da educação corporativa, que são capazes de acompanhar de forma detalhada o progresso de cada aluno e de propor novas soluções em tempo real. E claro, tudo isso de acordo com o desempenho de cada aluno.

Além de tantas utilidades como tirar dúvidas, aplicar testes, acompanhar o desempenho específico, entre outras inúmeras possibilidades, os chatbots também podem ter custo acessível e trazer diversos benefícios para a educação corporativa. Mas… quais são esses benefícios? Falaremos sobre cada um deles mais adiante. 

Como implementar os chatbots na educação corporativa?

29% dos supervisores de treinamento que se interessam por educação digital gostariam de tornar seus programas mais efetivos. E 21% deles querem ser mais responsivos aos desafios do negócio. Quanto aos alunos, 27% acreditam que o conteúdo adequado é um fator decisivo para um bom treinamento.

Por isso, para ter uma união de sucesso entre essa tecnologia e os treinamentos, é preciso planejar as predefinições com as informações ideais. Com isso, para garantir que os chatbots deem as recomendações certas, especialistas são responsáveis por programá-los com uma infinidade de alternativas de respostas. 

Esses especialistas (humanos) devem efetivamente ensinar os robôs. Investir nesta etapa é essencial se você quer que a experiência do usuário seja a mais personalizada possível. Veja abaixo um passo a passo rápido para a implementação de um chatbot eficiente:

  • 1º passo: estude quais serão os usuários, quais são as suas necessidades e como seria a experiência ideal desses alunos. Ou seja, determine os objetivos de forma clara e faça um bom planejamento do projeto;
  • 2ª passo: defina os diálogos se baseando no estudo anterior do usuário e tente abranger a maior quantidade possível de possibilidades de respostas. Além disso, pense como funcionaria o fluxo de mensagens, como seriam as possíveis reações dos alunos, etc;
  • 3º passo: desenvolva uma estratégia de engajamento eficiente para tornar a assistência mais humana e realista;
  • 4º passo: escolha a plataforma que irá elaborar o projeto;
  • 5º passo: se coloque no lugar do usuário e realize testes com o projeto já desenvolvido;
  • 6º passo: por fim, valide os testes e coloque o seu chatbot em ação! 

Os chatbots podem substituir 100% os tutores?

Apesar dos pontos positivos, esses robôs não são substitutos dos tutores humanos. Eles devem ser encarados como uma ferramenta adicional que apoia as experiências de educação digital com respostas para dúvidas comuns. Para todo o resto: dúvidas contextualizadas e encorajamento quando a motivação dos alunos cai, os seres humanos ainda desempenham um papel essencial.

Dito isto, temos que aceitar que os chatbots estão se comunicando cada vez melhor com as pessoas. As respostas que esses assistentes virtuais dão são, muitas vezes, impressionantes. Quando integrados totalmente nos programas de educação digital de uma empresa, os chatbots podem ser altamente valiosos.

Quais as vantagens de utilizar os chatbots na educação corporativa?

Diante de tudo o que já vimos anteriormente, é possível ter uma ideia do quanto os chatbots podem ser valiosos. Eles podem trazer inúmeras vantagens, além de ser um grande auxílio proporcionado pela tecnologia aos treinamentos corporativos. Veja abaixo quais são os principais benefícios:

1. Personalização

Com chatbots, as empresas estão melhor preparadas para responder a cada aluno em um nível individual, algo que os humanos não conseguem fazer. Mesmo com recursos limitados, as empresas podem se apoiar nesses assistentes disponíveis 24/7 para alavancar seus programas de treinamento.

2. Independência aos alunos

Chatbots também têm outra vantagem: eles proporcionam independência aos alunos. A aprendizagem deixa de estar confinada às rotinas tradicionais de trabalho; caso os alunos tenham uma necessidade, basta pedir ajuda ao chatbot.

3. Engajamento dos alunos

Esses softwares têm oferecido um engajamento cada vez maior aos usuários através de suas ações e respostas naturais. Mas lembre-se: para oferecer os melhores resultados, tudo deve ser bem-planejado pela empresa e com as estratégias certas para tornar as respostas mais humanas possíveis.

4. Inteligência ilimitada

Essa tecnologia não possui limites de inteligência, por isso, é possível tirar todas as dúvidas possíveis de cada aluno em poucos minutos desde que o software tenha sido bem-planejado e elaborado. Isso traz grandes vantagens e acelera o processo de aprendizagem.

5. Auxílio aos tutores

Como já dito anteriormente, esses softwares podem ser de grande auxílio aos treinamentos digitais. Afinal, os tutores passam a ter um grande apoio em suas rotinas, como por exemplo: correção de tarefas, sugestão de melhorias, acompanhamento do aluno, entre outras muitas funções.

6. Multitarefas

Uma das grandes vantagens proporcionadas por essa tecnologia é a capacidade de realizar diversas tarefas ao mesmo tempo e com a mesma eficiência. Ou seja, o mesmo sistema pode funcionar de forma independente e particular para diversos alunos ao mesmo tempo. 

7. Redução de tempo

Em ligação com o benefício anterior, o chatbot pode trazer grande redução de tempo nos processos de treinamentos. Mas não se preocupe, a eficiência continua presente. Isso porque uma das propostas desses softwares é a otimização de processos com eficiência e qualidade para atingir os resultados esperados.

8. Redução de custos

Por fim, um dos benefícios mais desejados é a redução dos custos. Talvez você esteja se perguntando: diante de tanta tecnologia, os chatbots não são ferramentas caras? A resposta é: não! Eles são acessíveis e, na maioria dos casos, saem mais baratos do que contratar uma grande equipe para realizar essas mesmas funções. 

Segundo estudos da Juniper Research, os chatbots poderão gerar uma enorme redução de custos em todas as verticais corporativas.  Portanto, é bom se atentar a essa ferramenta tão poderosa!

Chatbots: o olhar no futuro

Neste artigo, vimos o quanto essa ferramenta inovadora traz muitos benefícios e tem ganhado cada vez mais espaço em treinamentos corporativos. Segundo Phill Libin, fundador do Evernote, em breve o mundo será reescrito baseado em bots e interfaces conversacionais. 

Em 2017 as estatísticas diziam que até 2022, serão economizados anualmente 8 bilhões de dólares graças a automatização de processos por meio da IA, com destaque para os robôs inteligentes.

Bom, não precisamos mais de provas que os chatbots devem dominar todas as áreas — e os treinamentos não ficam de fora! As empresas devem manter o seu olhar no futuro e investir nas ferramentas adequadas para a otimização de processos, contribuindo para o seu sucesso e crescimento.

Agora que você aprendeu tudo sobre chatbot e descobriu como ele pode ser de grande auxílio na educação corporativa, que tal continuar a leitura e saber como alcançar melhores resultados com os treinamentos digitais? Clique aqui e não deixe de conferir!

Saiba mais