Employee experience: aprenda a colocar as pessoas no centro

Dicas de T&D

Employee experience: aprenda a colocar as pessoas no centro

Artigo
Employee experience: aprenda a colocar as pessoas no centro

 

Não importa muito dizer que a organização precisa se transformar, evoluir, mudar ou se adaptar. O que realmente importa é como as organizações fazem negócios. A forma como são projetadas e estruturadas está mudando, com a revolução nasceu o Employee experience – ações utilizadas para garantir o bem-estar das equipes. 

Além de proporcionar real significado ao trabalho, essa ferramenta tem o poder de mostrar o valor de cada membro do time. Assim, as crenças de que a organização que fizesse mais dinheiro ou tivesse maior participação no mercado ganhava, perdeu força. 

Antes a ideia era sempre de tratar as pessoas como se elas precisassem trabalhar para a empresa, em vez de tentar criar uma organização em que elas quisessem realmente trabalhar. Hoje, o foco está no employee experience, ou seja, em colocá-las no centro da organização. 

O que é employee experience?

O employee experience, surgiu para colocar o colaborador no centro das decisões tomadas pela empresa. Seu objetivo é promover ações que visam o crescimento e bem-estar das equipes.

A experiência do funcionário engloba uma série de fatores, entre eles: liderança inspiradora, cultura com objetivos claros, ambiente organizacional que promova o crescimento, o engajamento do colaborador, uma política de trabalho flexível, um pacote de benefícios, um escritório cheio de atrativos, entre outros. 

Esse conjunto de ações contribui para uma melhor experiência do colaborador, criando uma vivência significativa de trabalho. 

Características do employee experience

O employee experience é importante para a empresa, pois tem poder de:

  • Fidelizar os colaboradores;
  • Otimizar o trabalho da corporação;
  • Aprimorar inúmeros indicadores;
  • Fortificar a cultura organizacional;
  • Melhorar o clima da empresa;
  • Aumentar a acessibilidade dos colaboradores;
  • Reduzir a rotatividade;
  • Ampliar o engajamento;
  • Diminuir os erros;
  • Melhorar a comunicação interna.

Quais são as vantagens do employee experience?

Entenda quais são os benefícios para a sua empresa oferecidos pelo employee experience. 

Maior engajamento e produtividade

O employee experience impacta a cultura da organização. Assim, os colaboradores passam a perceber o quanto são valorizados e fica claro quais são as reais chances de ascensão na empresa. Não apenas o engajamento e produtividade, ele gera um estímulo maior na dedicação ao T&D, estimulando a prestação de um trabalho de qualidade para a empresa.

Aumento do desenvolvimento de competências

O employee experience gera uma cultura que trás o colaborador não apenas ao centro da organização, mas o impulsiona ao treinamento e desenvolvimento. Assim, ele se torna cada vez mais engajado no aperfeiçoamento e desenvolvimento de competências essenciais para o seu crescimento.

Não apenas impactos individuais, essa metodologia impacta a equipe como um todo. Com isso, líderes e colaboradores passam a trabalhar por um único objetivo: atingir as metas da organização.

Melhoria na qualidade de vida do colaborador

Um dos principais benefícios do employee experience é a promoção de uma melhor qualidade de vida para o colaborador. Com as mudanças no ambiente e cultura, além da oferta de condições psicológicas favoráveis, os impactos na qualidade de vida são inevitáveis

A metodologia promove a redução dos níveis de estresse, promovendo boas condições de desenvolvimento, líderes compreensivos e um ambiente físico acessível e higiênico.

Como implementar a estratégia de Employee experience?

Hoje em dia, quem ganha é a organização que dura mais tempo do que a concorrência. Essa é uma virada fundamental na forma de pensar. Quando priorizamos o employee experience, os líderes devem abandonar o foco no curto prazo e nos lucros trimestrais e adotar a lógica da corrida de longa distância. 

O jogo de longo prazo não tem nada a ver com inovação, lucros, sucesso junto ao cliente ou produto. Focar no longo prazo significa remodelar sua organização para valorizar o employee experience. O resto virá disso. Então, como colocamos as pessoas no centro? Aqui apresentamos três ideias nas quais as organizações podem trabalhar a partir de hoje.

1. Promova as pessoas que se importam

As organizações tradicionalmente promoviam pessoas que eram boas em seus trabalhos: aquelas que fechavam maior número de negócios traziam mais dinheiro e entregavam melhores resultados. Essas pessoas são excelentes contribuidores individuais, mas isso não significa que devam ser responsáveis por liderar outros. 

Em vez disso, devemos pegar os funcionários de nossa organização que são excelentes em envolver, inspirar, empatizar e apoiar outros e promovê-los (e lhes dar o típico treinamento de gestão). Se colocarmos em cargos de poder pessoas que não se importam genuinamente com os outros, então não será possível focar no longo prazo. Cuidado e atenção com os outros são coisas que dificilmente podem ser ensinadas.

2. Invista em análise de pessoal e tecnologias de feedback

Ficamos obcecados em copiar o Google e o Facebook, porque, afinal, se algo funciona para eles, deve funcionar para nós também. Em vez disso, as organizações em todo o mundo precisam abrir seus próprios ouvidos. 

Significa investir muito em análise de pessoal e tecnologias de feedback em tempo real, e também ensinar os gerentes a ter conversas reais com os funcionários (e vice-versa) para conhecer os funcionários como indivíduos, e não apenas como trabalhadores. Para criar verdadeiramente uma employee experience, organização em que as pessoas querem, e não “precisam”, aparecer. Faça isso com seus funcionários, e não por eles.

3. Pense como um laboratório, e não como uma fábrica

As fábricas são lineares, focadas no status quo. Elas acreditam em comando e controle, e são assoladas por velhas práticas de trabalho e gestão. Os laboratórios acolhem falhas, utilizam dados, testam suposições e recolhem feedback. As organizações devem fazer uma transição de um para o outro. O futuro no trabalho não é como uma fábrica. A melhor forma de descobrir o que funciona e o que não funciona é testando.

Acredito fortemente que, nos próximos anos, as organizações que se focarem na employee experience vão vencer. Na verdade, tenho os dados para comprovar isso em meu novo livro sobre experiência de funcionários.

Agora que você descobriu a importância de melhorar a experiência dos colaboradores na sua empresa, é fundamental saber como preparar os líderes não só para o presente, mas também para o futuro das organizações. Ouça a versão on-demand do nosso webinar exclusivo sobre as 7 competências de uma liderança ágil.

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!