Hard skills e soft skills: os diferentes modos de aprender

Artigo

Hard skills e soft skills: os diferentes modos de aprender

Infográfico
Hard skills e soft skills: os diferentes modos de aprender

Usamos diferentes áreas do cérebro quando desenvolvemos novas competências técnicas (hard skills) e interpessoais (soft skills). Internalizamos o conhecimento de maneiras diferentes, dependendo do tipo de habilidades em que estamos trabalhando, e mantemos esse conhecimento em diferentes partes do cérebro. Isso significa que o que estamos aprendendo deve ditar como aprendemos.

As hard skills e soft skills são cada vez mais exigidas na organizações. Por isso, saber como elas são aprendidas e qual o esforço necessário para desenvolvê-las é muito importante. Para entender a diferença entre ambas e como elas agem no nosso cérebro, continue lendo!

Hard skills e soft skills: diferenças cognitivas

Conheças as diferenças cognitivas entre hard skills e soft skills:

hard skills e soft skills

Como ambas as competências são desenvolvidas?

Entender como as hard skills e soft skills atuam no cérebro é apenas o primeiro passo, agora veja como ambas são desenvolvidas:

Hard skills e a especialização

Com as hard skills, você precisa absorver conhecimentos técnicos ou acadêmicos para obter conhecimentos. Se essas habilidades forem necessárias imediatamente, o treinamento no local de trabalho pode ser a melhor opção. É aqui que entra nossa memória de curto prazo. 

Engajamos nossos córtex pré-frontal e favorecemos o aprendizado orientado por regras, com mensagens simples e consistentes que podemos rapidamente colocar em ação. A melhor abordagem aqui é usar o micro aprendizado para que possamos coletar as informações de que precisamos quando precisamos.

Soft skills e a consciência social

Para transformar o comportamento das pessoas, as soft skills devem ser ensinadas de uma maneira específica. Os alunos precisam trabalhar seus reflexos e sua capacidade de se adaptar a diferentes situações que requerem uma variedade de respostas. É por isso que procuramos abordar principalmente as habilidades sociais. 

A melhor abordagem aqui é o aprendizado por descoberta, no qual você aprende por tentativa e erro. Interpretação de papéis e feedback de seus colegas, gerentes e treinadores são essenciais para fazer a mudança acontecer. 

A ginástica mental envolvida ajuda a envolver estruturas subcorticais e a estimular vias dopaminérgicas, otimizando o processo de aprendizado. Aqui, a melhor estratégia é agendar cursos longos, incorporando várias atividades de ensino: esse é o conceito de macro aprendizado.

Como você deve ter percebido, um programa de treinamento adequado para atender às necessidades de desenvolvimento de seus funcionários exige uma mistura dessas duas abordagens de aprendizado. Felizmente, a plataforma LMS da CrossKnowledge oferece esta combinação: micro-aprendizado, com recomendações personalizadas; e macro aprendizado, suportado pela tecnologia Blended×

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!