Inteligência emocional no trabalho para crescer na era digital

Artigo

Inteligência emocional no trabalho para crescer na era digital

Artigo
Inteligência emocional no trabalho para crescer na era digital

A inteligência emocional no trabalho se torna cada vez mais essencial, especialmente em períodos de grandes transformações como este que estamos vivendo. 

Hoje, ter um QI alto, um diploma de uma universidade de prestígio ou uma área de especialização diferenciada, não são mais suficientes para garantir o sucesso profissional. É necessário termos uma sólida base de conhecimento, claro, mas também uma gestão eficaz das emoções – individualmente e em uma dinâmica de equipe – para garantir que os colaboradores do século XXI sejam bem-sucedidos.

Importância do inteligência emocional no trabalho

Em um ambiente profissional, a inteligência emocional pode revelar-se extremamente útil nas comunicações entre colegas. Com isso, resolução de conflitos, liderança, comunicação e relacionamento interpessoal são competências essenciais, mais requisitadas do que nunca, e podem influenciar fortemente o desempenho de uma equipe.

As empresas são lugares onde várias emoções são sentidas diariamente. Seja alegria, entusiasmo, ou até mesmo raiva, medo e frustração, o mau gerenciamento dessas emoções pode representar um obstáculo à eficiência e à coesão da equipe. Lutar contra as emoções, suprimir sentimentos negativos ou até responsabilizar os outros por sentimentos pessoais, são comportamentos negativos que impedem uma melhor comunicação com os outros.

Inteligência emocional no trabalho segundo Gill Hasson

Gill Hasson, membro da CrossKnowledge Faculty, demonstra aos colaboradores e equipes como ouvir suas emoções e como aceitar e decodificar as mensagens que elas estão enviando. Consequentemente, o time trabalha mais produtivamente em conjunto, criando um vínculo genuíno de confiança e colaboração.

Gill Hasson desenvolveu um método exclusivo, conhecido como o modelo “ABC”, que incentiva os funcionários a assumirem a responsabilidade por suas próprias emoções e a reagir adequadamente, independentemente da situação. Esse método fornece ferramentas eficazes e acionáveis ​​para uma pessoa gerenciar suas próprias emoções, bem como as de outras pessoas.

Ela traz clareza e soluções para problemas reais, como inteligência emocional no trabalho, bem-estar, realização profissional, motivação da equipe e melhores relacionamentos interpessoais. 

As empresas que colocam a inteligência emocional no coração de suas estratégias de T&D terão sucesso não apenas para recrutar, mas também conquistar a lealdade de novos talentos, incentivando uma cultura de crescimento pessoal.

Sobre Gill Hasson

Gill Hasson é professora, treinadora e escritora há mais de 20 anos, cobrindo todo o tipo de assuntos relacionados ao desenvolvimento pessoal. Ela ensina em centros de treinamento, organizações sem fins lucrativos, empresas privadas e organizações governamentais. Autora de vários best-sellers, incluindo Mindfulness: Be Mindful. No momento, sua principal motivação é ajudar pessoas a realizar todo o seu potencial e viver sua vida ao máximo.

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!