Como obter sucesso em um mundo hiperconectado

Agir

Como obter sucesso em um mundo hiperconectado

Artigo
Como obter sucesso em um mundo hiperconectado

Temos um problema. Os modelos antigos de negócios estão abandonando o potencial do novo mundo. As pessoas continuam trabalhando em suas próprias “caixinhas”, enquanto as empresas continuam apoiando culturas de trabalho que seguem paradigmas muito ultrapassados. Formas radicalmente novas de conexão são possíveis, mas as corporações ainda precisam aceitar e abraçar totalmente o potencial desta era hiperconectada.

Considere o seguinte: no tempinho que leva para ler as 600 e poucas palavras deste artigo, os usuários do Twitter enviaram cerca de 350.000 tweets, os usuários do Instagram curtiram 1,73 milhão de postagens e os usuários do Facebook enviaram 3,25 milhões de mensagens. Por trás de cada um desses eventos digitais, há uma única pessoa, empresa ou organização que está alcançando públicos com uma imediatez e uma intimidade nunca vistas anteriormente. Isso se chama hiperconectividade. Ela permite que se canalize esse mesmo potencial para as conexões diárias do local de trabalho. Existem 20 pessoas em sua equipe de marketing? Ao empoderá-las com as ferramentas e estratégias necessárias para colaborar além dos limites antigos, você aumentará exponencialmente a expertise que entra em qualquer solução. Você permitirá que os indivíduos transformem o que é possível ao se abrirem para novas pessoas, ideias e recursos. Tudo isso sem aumentar custos com pessoal. É algo possível, e os benefícios são imensos.

No entanto, nada ocorrerá sem mudanças, e, sem mudanças, os negócios podem estagnar. O que é necessário é criar processos que incentivem a colaboração e ajudem os funcionários a saírem do isolamento para acessar novas ideias e conhecimentos. Os processos vão ajudá-los a trabalhar melhor quando estiverem juntos.

Implementando a cultura da inteligência conectiva

É uma abordagem que está por trás de um ambicioso projeto sendo realizado pela Case Western Reserve University, que está construindo atualmente instalações de 45 mil metros quadrados no campus da Cleveland Clinic. Quando a construção estiver pronta em 2019, abrigará as faculdades de medicina, enfermagem e odontologia da Case Western. A meta de instruir esses grupos sob um mesmo (e imenso) teto é melhorar as capacidades de colaboração. Reconhecendo que as equipes são essenciais para o atendimento à saúde no século XXI, a Case Western já conta com sessões regulares de brainstorming em que os estudantes de cada faculdade debatem um diagnóstico e um plano de tratamento para pacientes hipotéticos. “A raiz de muitos de nossos erros estava ligada ao fato de que nossos profissionais não estavam trabalhando juntos de forma eficaz na atenção dos pacientes”, declarou a vice-diretora de educação da Case Western, a Dra. Patricia Thomas.

Como se projeta uma cultura de inteligência conectiva? Minha proposta é uma solução de três etapas.

Ao enfrentar um problema, pense em quem mais se importa. Olhe além do seu círculo normal de pessoas. A Case Western reconheceu que cada uma das profissões da área da saúde estava investindo seriamente no bem-estar do paciente, mas seu conhecimento e experiência precisavam ser consolidados. “O atendimento à saúde não é mais um esporte de gladiadores, em que se tem um profissional da saúde, mano a mano, um a um, batalhando com a doença”, disse ao NPR o Dr. James Young, cardiologista que dirige a Faculdade de Medicina da Cleveland Clinic.

Use a ajuda desse grupo. Pense em como delinear iniciativas para inspirar essa comunidade. Assim como os debates dos estudantes sobre os planos de tratamento dos pacientes, reunir grupos diferentes com uma meta em comum ajudará que todos se acostumem com a ideia de colaboração. E isso mostrará quanto se pode aprender com o que os outros sabem.

Idealize uma forma de manter essa comunidade. Para a Case Western, a forma encontrada foi uma instalação de US$ 500 milhões. Você provavelmente poderá fazer o mesmo por menos.

 

Transformação para o Sucesso

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!