Transformação na educação: preparação para o mundo digital

Artigo

Transformação na educação: preparação para o mundo digital

Artigo
Transformação na educação: preparação para o mundo digital

A digitalização está desafiando seriamente, não apenas o mundo dos negócios, mas também a maneira como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos, e isso leva a uma transformação na educação. O ritmo das mudanças tecnológicas está acelerando e isso impacta os modelos de negócios atuais (embora tenham sido criados novos modelos inspiradores). Muitas pessoas e empresas são desafiadas em termos de localização, funções e capacidades. 

De fato, como previa as pesquisas realizadas pelo Gartner em 2015, nos últimos anos houve uma redução na quantidade de colaboradores trabalhando na execução de processos físicos e a abertura de mais empregos em negócios digitais. 

Mas, a questão é: a educação corporativa está fazendo o que pode (e deve) para criar uma força de trabalho pronta para o futuro? Quão preparadas estão nossas organizações para a disrupção digital?

Importância do uso de tecnologias digitais nos negócios

Profissionais de negócios reconhecem que a tecnologia digital está reformulando a maneira como as pessoas trabalham. Donnelly aconselha os empregadores a considerar a contratação de talentos por comportamento e atitude – e não por qualificações – e depois fornecer o treinamento necessário para adquirir as habilidades técnicas. 

Habilidades digitais dos colaboradores

Os colaboradores precisam adquirir as competências digitais necessárias para sobreviver e permanecer eficazes. Uma pesquisa de 2016, realizada pela Accenture, constata que os colaboradores estão plenamente conscientes de que a digitalização melhoraria seus trabalhos e as perspectivas de emprego. O lado positivo é que essas pessoas já estão buscando ativamente as habilidades necessárias para atender às demandas de um negócio digital (White Paper da UNC – Brecher et al, 2016).

Transformação na educação digital

O T&D precisa aproveitar essa oportunidade para atuar como um facilitador para os negócios, ajudando a superar os desafios da transformação digital. O negócios digitais implicam um novo papel para o treinamento e desenvolvimento, que começa com a redefinição da estratégia de educação digital. Essa estratégia deve incorporar liderança, alunos, oferta e tecnologias de aprendizagem – é quase como uma nova operação de T&D com mentalidade e habilidades digitais. 

Seus colaboradores, alunos e sua equipe de T&D estão aproveitando com êxito o aprendizado digital para criar os recursos do futuro do seu negócio?

Benefícios e barreiras da educação digital

O relatório Embracing Change (Towards Maturity, 2016) afirma que uma estratégia de aprendizado digital modernizada, sustentada pela transformação na educação digital, fornece um impacto tangível nos negócios. 

Os benefícios listados são: 

  • 12% de melhoria na produtividade; 
  • 15% de melhoria na satisfação do cliente; 
  • 19% de melhoria no tempo de competência; 
  • Redução de 16% nos custos de treinamento e desenvolvimento.

Por outro lado, existem vários obstáculos a serem removidos antes de alcançar grandes resultados. Uma pesquisa de 2015, realizada pelo McKinsey, mostra que os executivos listam uma série de obstáculos estratégicos para alcançar seus objetivos digitais:

  • Falta de liderança ou talento interno para projetos digitais;
  • Falta de compreensão do impacto das tendências digitais;
  • Incapacidade de acompanhar a velocidade mais rápida dos negócios;
  • Incapacidade de adotar uma mentalidade de experimentação.

Paralelamente, suas organizações enfrentam obstáculos práticos como: 

  • Colaboradores não preparados para gerenciar o próprio aprendizado; 
  • Falta de recursos, suporte e tempo; 
  • Relutância dos gerente da linha de frente (com a transformação digital); 
  • Infraestrutura de TI insuficiente ou não confiável; 
  • Desalinhamento entre a gestão de desempenho e de aprendizagem.

Abordagem para o aprendizado digital

Além disso, o relatório da McKinsey ilustra que, apesar dos altos desafios de T&D, muitos profissionais ainda são conservadores em sua abordagem para o aprendizado digital. 

Líderes Conservadores

Os conservadores se sentem mais confortáveis ​​em seguir os métodos testados e comprovados para o aprendizado social e colaborativo, gestão de conteúdo e apoio à gestão da aprendizagem. 

Líderes Pioneiros

Por outro lado, os líderes pioneiros de T&D entendem que, nos dias de hoje, os alunos precisam ser apoiados em sua ‘jornada do consumidor’ para obter o melhor desempenho. Colaboradores de todos os níveis estão aprendendo por meio da troca de experiências e redes sociais, de forma complementar ao aprendizado formal. O profissional de T&D precisa redefinir sua estratégia, papel e habilidades necessárias para apoiar o aprendizado além dos programas. 

Papel do T&D diante da transformação na educação

Os profissionais de T&D precisam enxergar além do uso e satisfação do aluno e medir as iniciativas em termos de como eles agregam valor à organização como um todo e à sociedade em geral. 

A tecnologia pode desempenhar um papel crítico, ajudando a estabelecer uma cultura de aprendizagem, facilitando o compartilhamento de conhecimento e a aprendizagem social. O pensamento digital também está transformando o acesso ao aprendizado e construindo uma abordagem flexível e ágil para o desenvolvimento da equipe (Towards Maturity, 2016) .

A prontidão digital para a transformação na educação

Todos os clientes e possíveis clientes que encontramos nos últimos anos afirmam que a digitalização está afetando os seus negócios e a área de T&D. Depois de identificar a prontidão para a educação digital como um tópico de pesquisa, contatamos nossos clientes e entrevistamos especialistas em educação corporativa para descobrir seus principais desafios. 

Reunimos as lições aprendidas e as melhores práticas para definir o escopo e projetar um “checklist de prontidão para educação digital”. Além da nossa própria pesquisa, complementamos os dados com informações públicas e insights de especialistas da área. O próximo passo foi testar a digitalização em 3 ambientes corporativos de T&D e finalizar o design. 

Após todo esse processo, podemos dizer que os 4 elementos de prontidão para a educação digital são:

1. Oferta de aprendizagem e tecnologia

Um elemento relacionado ao design, ferramentas, recursos e, claro, sua integração com a infraestrutura e os processos existentes em sua organização.

2. O aluno

Este elemento tem um foco claro em seus alunos: facilidade de acesso, oportunidades de aprendizagem, motivação, confiança e benefícios (o que eles ganham com isso?).

3. A organização e os recursos de T&D

Um elemento que se relaciona à estratégia de aprendizagem, governança, mensuração e o mindset digital da equipe de T&D.

4. A organização e liderança

Esse elemento está relacionado à medida em que a organização facilita o aprendizado e abraça a educação digital e, além disso, se os líderes têm uma mentalidade digital e estão prontos para apoiar sua equipe.

Para enfrentar os desafios da digitalização dos negócios de digitalização, as empresas de sucesso devem desenvolver os recursos de liderança, habilidades da força de trabalho e culturas corporativas corretas para apoiar a transformação na educação digital. 

O T&D pode acompanhar a velocidade e as demandas dos negócios? A prontidão para a educação digital ainda é um desafio para a maioria das organizações e, por não estarem prontas, elas colocam em risco os recursos, a credibilidade e, em uma escala maior, a sua reputação.

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!