Treinamento e TI: veja os benefícios da união entre os setores

Artigo

Treinamento e TI: veja os benefícios da união entre os setores

Artigo
Treinamento e TI: veja os benefícios da união entre os setores

A união entre alguns departamentos dentro de uma empresa nem sempre é uma realidade no mundo corporativo, mas elas são essenciais para o bom funcionamento e desenvolvimento de toda a organização. Uma dessas conexões fundamentais está entre os setores de treinamento e TI (Tecnologia da informação).

Nos dias de hoje, os departamentos de T&D e TI precisam trabalhar mais juntos do que nunca. Um precisa do outro para atender às expectativas da empresa em relação às mudanças, sobretudo, quando é nítido que o foco do cliente é impulsionado pelo sucesso na transformação digital. E essa parceria pode ser um benefício para ambas as equipes.

Mas… como esses departamentos podem se unir e quais são os benefícios dessa conexão? Continue acompanhando a leitura e descubra o poder e impacto dessa união para alcançar os melhores resultados no processo de transformação digital. Confira! 

A importância de unir os departamentos de treinamento e TI

Afinal, é realmente necessário fazer com que os profissionais de T&D e TI trabalhem juntos? A resposta é: sim! O time de TI é responsável por garantir que o departamento de treinamento e desenvolvimento sempre tenha as ferramentas e os sistemas em pleno funcionamento. Ele também ajuda a construir as melhores práticas de uso dessas ferramentas, desenvolvendo processos eficientes e seguros. 

Da mesma forma, o departamento de TI precisa da equipe de T&D para ajudá-los a desenvolver as competências necessárias para a transformação digital. Com isso, ele capacita o setor para uma melhor eficiência, qualidade e credibilidade nos produtos ou serviços oferecidos. Por isso, essa é uma parceria vencedora e necessária para uma transformação digital bem-sucedida.

Quais são as semelhanças entre os departamentos de T&D e TI?

À primeira vista, os departamentos de T&D e TI parecem não ter muito em comum. Para as equipes de TI, a tecnologia é tudo. Os membros da equipe se concentram nos principais problemas em tempo real. E por um bom motivo: as operações das empresas praticamente param quando enfrentam problemas em seus sistemas de TI. 

Por outro lado, as equipes de treinamento concentram-se no desenvolvimento de competências, na evolução das profissões e nas mudanças nos ambientes de trabalho. Tais abordagens diferentes às vezes levam a conflitos e desentendimentos. Existe, então, alguma maneira de conciliar as práticas e rotinas desses dois setores? Que benefícios haveria se esses dois departamentos trabalhassem mais juntos? Vamos começar identificando o que eles têm em comum: 

  • Ambos são especialistas reconhecidos nas suas áreas: treinamento e TI, respectivamente; 
  • Ambos possuem orçamentos “protegidos” pelas empresas mais conservadoras: TI é essencial para garantir a estabilidade dos sistemas, e T&D é essencial para garantir a realização de treinamentos obrigatórios;
  • Por este motivo, os dois departamentos geralmente priorizam uma abordagem “top-down” em relação ao foco no cliente.

O segredo para unir os departamentos de T&D e TI: o foco nos clientes

Apesar das semelhanças, os dois setores possuem rotinas bem distintas. Como então conseguir fazer essa conexão? O segredo é ter um foco em comum, pois isso pode levar a desafios semelhantes. Os departamentos de treinamento e TI precisam redefinir suas funções para atender às expectativas da empresa na atual revolução digital. Fundamentalmente, essa nova direção significa colocar os clientes no centro de todos os negócios.

Os clientes externos, a pressão de mercado e a concorrência externa pode aprimorar esse foco, na teoria. Com clientes internos (colaboradores), no entanto, pode ser mais difícil encontrar a abordagem certa, porque você se ilude pela sensação de ter um público cativo.

Mas às vezes, a realidade é bem diferente. Basta olhar para as políticas “Traga seu próprio dispositivo” (uma dor de cabeça em potencial para a equipe de TI) e “Traga seu próprio aprendizado” (um potencial incômodo para a equipe de T&D, que não tem mais o controle exclusivo do processo de educação corporativa).

Os clientes internos agora variam muito com relação ao cargo e níveis de senioridade, portanto, devemos ver todos os colaboradores como clientes altamente informados. Isso envolve o que o filósofo Michel Serres chama agradavelmente de “presunção de competência”.

Colocar os clientes no centro da experiência significa torná-los a prioridade número um. Clientes, alunos ou usuários devem estar no centro de tudo o que as duas equipes fazem ao decidir quais programas de treinamento e sistemas de TI oferecer. Devem ser também a preocupação número um deles ao projetar, testar, produzir, integrar, avaliar e atualizar esses programas e sistemas.

Procedimentos inflexíveis estão fora. Agora, os clientes são a prioridade em todas as etapas dos processos da empresa: as equipes estão constantemente se esforçando para oferecer o que seus clientes e mercados desejam e precisam.

Como os departamentos de treinamento e TI podem agir juntos?

O cenário dos negócios está mudando e as equipes de treinamento e TI estão enfrentando desafios que mudam o cenário do jogo. Em suma, eles precisam um do outro. Vamos explorar o porquê.

1. Garantir que possuem as ferramentas digitais certas para ajudar os clientes

O departamento de treinamento precisa da equipe de TI para garantir que eles possuam as ferramentas digitais adequadas para seus clientes. Essa necessidade é especialmente aparente em momentos importantes, como a escolha de uma plataforma de treinamento digital, como um LMS. E constantemente emerge em segundo plano, porque o treinamento depende de inovações inteligentes para se manter atualizado.

Além disso, não podemos ignorar a vasta gama de conhecimentos do departamento de TI em:

  • Avaliação de soluções digitais;
  • Integração dos sistemas;
  • Segurança de dados;
  • Acompanhamento de projetos digitais.

2. Desenvolver habilidades essenciais para a transformação digital 

Da mesma forma, o departamento de TI precisa da equipe de T&D para ajudá-los a desenvolver competências essenciais para a transformação digital e se reposicionar em um mercado aprimorado digitalmente. Soft skills são fundamentais, e o departamento de TI precisa trabalhar em várias áreas:

  • Agilidade;
  • Foco no cliente;
  • Colaboração;
  • Feedback;
  • Gestão de conflitos;
  • Comunicação.

Habilidades técnicas, como administração de sistemas e redes, desenvolvimento ou manutenção de aplicativos, são importantes, mas não são suficientes. Especialmente porque estão se desatualizando em uma velocidade assustadoramente rápida. 

Felizmente, a equipe de TI pode aproveitar a experiência da equipe de T&D em projetar soluções ágeis, eficientes e otimizadas para ajudá-los a ir além do desenvolvimento de competências técnicas.

Quais são os benefícios da união entre T&D e TI?

Como dito anteriormente, a união entre os setores de T&D e TI é o segredo para alcançar a transformação digital na educação corporativa. Mas, além disso, ela também pode trazer muitos outros benefícios para a organização. Confira abaixo os principais:

Diminuição dos conflitos

Quando os setores trabalham de forma separada, muitos conflitos tendem a aparecer na organização. Isso porque nada é feito em conjunto: reuniões, planejamentos, definição de estratégias, etc. Com os setores atuando juntos, eles passam a caminhar em uma só direção, o que consequentemente gera uma grande diminuição nas divergências entre as duas áreas da empresa, contribuindo para melhores resultados e sucesso dos projetos. 

Redução de custos

Outro benefício é a redução de custos em médio e a longo prazo gerada pela atuação do setor de TI nos processos de treinamento e desenvolvimento. Como dito nos tópicos acima, o setor de TI tem as habilidades necessárias para auxiliar na transformação digital e inovação dos processos, que são fatores essenciais para reduzir os custos de rotinas manuais que não utilizam a tecnologia. 

É claro que é preciso investimento, mas as empresas precisam pensar no retorno eficiente que essas transformações digitais trazem com o tempo.

Agilidade nos processos

Por fim, a união entre esses setores gera agilidade nos processos. Afinal, os profissionais de T&D terão ao seu lado pessoas capacitadas para resolver possíveis problemas com as novas tecnologias usadas e entre outros contratempos que podem surgir durante os processos de treinamento. O setor de TI acaba se tornando uma parceria de grande auxílio e suporte constante para as inovações da empresa.

A transformação digital colocou o futuro dos departamentos de treinamento e TI de mãos dadas. Ao criar uma parceria mutuamente benéfica, ambos alcançarão os melhores resultados e serão alçados ao sucesso. Agora, o próximo passo é pegar todas as nossas dicas e planejar a união desses departamentos na sua empresa!

Gostou deste artigo? Que tal continuar a leitura e aprender um pouco mais sobre a educação corporativa nesta era digital? Baixe o nosso ebook exclusivo com um guia prático para você digitalizar sua oferta de treinamento.

Saiba mais