Treinamento presencial e digital: qual os alunos preferem?

Dicas de T&D

Treinamento presencial e digital: qual os alunos preferem?

Artigo
Treinamento presencial e digital: qual os alunos preferem?

Em sua maioria, a verdade é que os alunos ainda têm um ponto de vista diferenciado sobre as ferramentas de aprendizagem. Eles não comparam de forma realmente contrastante o treinamento presencial e digital. Isso é gerado principalmente pela qualidade do conteúdo, bem como pelo nível de interação que é oferecido.

Para analisarmos melhor, avaliamos um estudo qualitativo online conduzido para a CrossKnowledge. O grupo de entrevistados é composto por 100 alunos, homens e mulheres, que trabalham em vários setores de 4 países (França, EUA, Alemanha e Reino Unido), com diferentes culturas e níveis de maturidade. Todos são usuários das soluções de e-learning. Dessa forma, conseguiremos entender diretamente as percepções dos alunos, suas experiências e necessidades.

No estudo, podemos analisar que os alunos que possuem um perfil mais autônomo e motivado no processo de aprendizagem, tendem a preferir os treinamentos digitais. Eles são capazes de gerenciar e até maximizar suas experiências de aprendizagem digitais melhor do que se estivessem em uma sala de aula. Contudo, os velhos hábitos são difíceis de largar. Muitos alunos, incluindo 70% dos entrevistados, ainda consideram o treinamento presencial clássico como o formato mais eficaz. 

Quais são as vantagens e desvantagens do treinamento presencial e digital?

Afinal, quais são as vantagens e desvantagens do treinamento presencial e digital? Veja a seguir:

Treinamento presencial

O treinamento presencial incentiva:

  • O diálogo, que estimula a aprendizagem;
  • O contato humano, que promove uma maior interação com o aluno;
  • O envolvimento, que permite compartilhar experiências e possibilita a comparação com outras pessoas;
  • A apreciação, pois o treinamento é oferecido para ajudar o aluno e é pago pelo próprio empregador.

Apesar dos benefícios, esse tipo de treinamento pode ser mais complexo de se configurar: a logística deve ser antecipada e planejada. Por isso, ele pode acabar consumindo bastante tempo. Mais importante ainda é a questão do controle de qualidade. A pessoa que ministra o curso pode impactar diretamente os resultados de aprendizagem por meio do seu nível de especialização e pela forma como transmite o seu conhecimento aos alunos.

Treinamento digital

Por outro lado, o e-learning ainda parece sofrer de um preconceito fortemente negativo, principalmente entre os perfis de alunos que já se sentem sobrecarregados por um grande volume de opções de aprendizagem, sejam elas obrigatórias ou opcionais. Isso é algo particularmente real em países anglo-saxões como o Reino Unido e os EUA, em que os treinamentos costumam ser mais desenvolvidos. 

As desvantagens, se houver, referem-se principalmente a:

  • Um sentimento de isolamento, desencadeado por estar sozinho em frente a uma tela e sem estimulação externa, que pode acabar sendo desmotivador;
  • Falta de interação, o que muitas vezes torna difícil ou mesmo impossível fazer perguntas, ou compartilhar pensamentos em uma turma com outros alunos;
  • Tédio decorrente de exercícios repetitivos que raramente são criativos ou diversificados;
  • Falta de acompanhamento após o treinamento para reforçar o que foi aprendido e medir o progresso do aluno;

Veja um depoimento da pesquisa sobre os treinamentos digitais:

“No início, achei muito interessante. Mas foi ficando cada vez mais cansativo e entediante. Eu também estava distraído com as chamadas recebidas…” F., 42, não-gerente, Alemanha.

Apesar das percepções negativas de alguns perfis de alunos, os treinamentos digitais proporcionam muitos benefícios. É o que veremos no próximo tópico!

Os benefícios do aprendizado digital

Os benefícios do e-learning são bem reconhecidos e se tornaram cada vez mais relevantes para as necessidades das competências atuais. Longe de ser apenas um substituto, a aprendizagem digital está emergindo como a principal forma de adquirir competências, pois tem vantagens exclusivas nos ambientes de trabalho atuais:

  • Autonomia e flexibilidade, que é algo particularmente apreciado pelos gestores. É possível gerir o seu progresso no seu próprio ritmo e com liberdade para aprender quando e onde você quiser e de acordo com as suas preferências;
  • A oportunidade de revisitar o que você aprendeu para revisar, memorizar, reforçar e até mesmo voltar a certas partes do treinamento que não foram bem compreendidas;
  • Agilidade por meio de formatos curtos, porque um impulso bem direcionado de 5 minutos às vezes é suficiente para adquirir uma competência adicional de forma eficaz;
  • Simplicidade de aprendizado, graças às introduções do curso, resumos e uma explicação clara com um passo a passo do que esperar;
  • Diversidade de formatos, proporcionando estímulo em formatos mais modernos e diversificados, como quizzes, filmes, podcasts, etc.

“O que eu gosto nas sessões de e-learning é poder escolher quando eu logo, a autonomia e o monitoramento do meu progresso, além de poder fazer o treinamento no meu próprio ritmo.” F., 48, Gerente, França.

As vantagens da personalização na aprendizagem digital

Além das diversas vantagens práticas que o e-learning possui, ele também pode ser personalizado para o nível de competência individual de cada aluno ou para atender a uma necessidade específica. Outro benefício é a possibilidade e até mesmo o incentivo à interação, não só no contexto do curso, mas por meio de uma rede de comunicação e troca entre os alunos.

Sem excluir as abordagens do treinamento presencial, a implementação da aprendizagem digital em uma estratégia de T&D pode ser benéfica, pois ela apoia a autonomia, individualidade e a personalização do aluno. Ele também é reativo às necessidades em constante mudança dos alunos que estão ansiosos para fortalecer suas competências, sua eficácia e agilidade em um ambiente profissional cada vez mais imprevisível e competitivo.

Para continuar a conhecer todos os benefícios dos treinamentos digitais, clique aqui e assista ao nosso webinar exclusivo: “Treinamentos digitais: como pensar diferente?”.

*Estudo realizado pela SpringVoice, uma empresa de consultoria de pesquisa e estratégia de marketing especializada em questões de posicionamento, compreensão de clientes e objetivos.

Saiba mais