Experiência do usuário: como a interface afeta o engajamento do aluno

Agir

Experiência do usuário: como a interface afeta o engajamento do aluno

Artigo
Experiência do usuário: como a interface afeta o engajamento do aluno

Ao criar plataformas de aprendizagem, a experiência do usuário deve estar no centro do pensamento estratégico de um bom designer. O profissional precisa saber que a ergonomia é fundamental para aumentar o engajamento dos alunos. Para projetar uma plataforma de aprendizagem impactante, é necessário que as equipes se concentrem na experiência do usuário. 

Abaixo, destacamos boas práticas comprovadas de ergonomia ao criar uma interface. Além disso, você verá como é importante manter o foco na experiência do usuário para uma melhor performance.

Como melhorar a experiência do usuário?

A experiência do usuário (UX) é sobre analisar como os usuários interagem com produtos ou sistemas, sobretudo ferramentas digitais. O objetivo é torná-los significativos e intuitivos para uma experiência perfeita.

“A experiência do usuário requer uma mentalidade que ajuda você a abordar um projeto ouvindo e conversando com os alunos para descobrir o que eles realmente precisam”.

Marianne Javelot – Gerente de Projetos, CrossKnowledge

Embora o resultado desejado seja facilitar as coisas, o foco na experiência do usuário também traz uma série de desafios, muitos deles envolvendo ergonomia e design gráfico:

  • Desafio 1: otimizar a navegação, personalizando a interface para atender às preferências e aprimorar a experiência do usuário.
  • Desafio 2: planejar a hierarquia de informações com foco na experiência do usuário, exibindo o conteúdo mais relevante para os alunos.

Segundo Émilie Calas, nossa Gerente de Marketing de Aprendizagem, depois de definir seus objetivos, você terá que trabalhar nos detalhes da navegação e ergonomia da sua plataforma:

  • Em seu processo criativo, você pode usar técnicas de marketing de aprendizagem, baseadas nas práticas B2C;
  • Em seguida, pode fazer testes constantes para comparar a eficácia de cada versão.

Elementos-chave da boa experiência do usuário

Uma boa experiência do usuário significa que os alunos podem navegar sem esforço e de maneira lógica até um recurso de aprendizagem. Quais são os principais elementos de uma boa experiência do usuário? Confira abaixo:

Identidade visual exclusiva e uma interface atraente

Uma boa plataforma de e-learning deve seguir boas práticas em ergonomia. Todos os seus elementos recursos de design (estilo, ícones, esquema de cores) devem torná-la apelativa e fornecer uma identidade visual única, respeitando os parâmetros definidos pelo manual de marca da sua empresa.

Navegação lógica e perfeita

Para um resultado ideal, siga estas três etapas:

  • Faça uma análise e agrupe os componentes da plataforma por tipo: informações, conteúdos, widgets etc;
  • Distribua e projete a estrutura/ordem de todos os componentes na interface e na navegação do usuário;
  • Crie uma interface que destaque os objetivos do seu projeto: priorize os componentes por tamanho, cor, tipo de letra, estilo de ícone etc.

É fundamental você caprichar na sua interface, porque ela é a porta de entrada do seu ambiente de aprendizagem. 

  • Sua interface deve ser atraente e autoexplicativa, em linha com a sua cultura corporativa; 
  • Sua interface também deve se adaptar às mudanças no mundo do trabalho. O que significa que deve ser flexível, móvel e acessível em qualquer dispositivo.

Durante a fase de desenho da UX, soluções para vários dispositivos também devem ser levadas em consideração. Afinal, o uso de smartphones e tablets tem crescido cada vez mais. 

A sua interface deve ser responsiva para engajar o maior número possível de colaboradores, já que muitos irão acessar o conteúdo em qualquer lugar e em diferentes dispositivos. Responder à forma como os alunos interagem com sua plataforma é um componente essencial da experiência do usuário.

Viu como alguns passos simples podem melhorar a experiência do usuário? Aplique essas dicas de UX na sua empresa e facilite a jornada do usuário nas plataformas de aprendizagem.

Adaptado de um artigo originalmente escrito por: Émilie Calas, Gerente de Marketing de Aprendizagem, e Marianne Javelot, Gerente de Projetos da CrossKnowledge.

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!