Treinamento digital integrado aos processos de gestão de RH

Artigo

Treinamento digital integrado aos processos de gestão de RH

Artigo
Treinamento digital integrado aos processos de gestão de RH

O treinamento apoia alguns dos principais processos de RH, como onboarding, desempenho, mobilidade, sucessão. No entanto, para desenvolver a força de trabalho de forma eficaz e rápida, a colaboração entre a área de T&D e o RH deve evoluir, e o treinamento digital é o caminho para isso.

Treinamento digital e RH: mudanças necessárias para a integração

Além de assuntos transversais, como o onboarding ou o desenvolvimento de treinamentos de liderança, é raro encontrar as equipes de treinamento e RH trabalhando verdadeiramente juntas, ao longo de todo o processo de gestão de talentos. Cada departamento tem seus próprios processos, prioridades e objetivos específicos. O RH envolve outros subsistemas e áreas da organização e, pela falta de integração, pode adotar vários processos que não são implementados por completo. 

A área de T&D, por sua vez, têm suas próprias restrições: como fazer as expectativas e necessidades da empresa e dos colaboradores caberem em um orçamento limitado?

Felizmente, essa abordagem dividida em silos está mudando, à medida que o RH e o treinamento digital se tornam mais conectados. A tendência não é novidade (uma vez que, em muitas empresas, os profissionais cuidam de T&D e Recrutamento, por exemplo), mas está ganhando espaço também em empresas que tratam RH e T&D de forma separada.

Essa maior união foi promovida por uma infinidade de fatores práticos. O ROI do treinamento depende de fatores externos, como a boa preparação de um gerente para apoiar seu funcionário após um feedback. O treinamento digital, neste caso, pode ajudar (e muito!) a implementar ações de RH focadas nas relações gerente-funcionário.

Uma boa plataforma LMS é uma aliada na relação T&D + RH, pois permite armazenar e trocar informações entre o treinamento e o RH. Para isso, é importante realizar uma boa integração do LMS com a Plataforma de Gestão de Talentos (TMS) implementada na empresa.

Treinamento digital em destaque

O status da área de treinamento está evoluindo bem diante de nossos olhos, à medida que começa a abraçar outros aspectos do RH. O treinamento digital está lentamente se libertando do estigma de “só servir para treinamentos de ética e TI”, e voltando seu foco para necessidades estratégicas dos funcionários e da empresa. Além disso, ele acompanha a transformação digital de uma empresa e seus negócios a longo prazo.

O fato é: centenas de milhões de funcionários em todo o mundo precisam desenvolver competências digitais, técnicas e comportamentais para aumentar a empregabilidade na nova economia digital. As necessidades de treinamento nunca foram tão variadas, e a qualidade é indispensável para atender às nossas altas expectativas!

A integração do treinamento em outros subsistemas do RH também é limitada, muitas vezes, por restrições orçamentárias. Todos no departamento de RH sabem que é importante recapacitar os colaboradores para combater a obsolescência de habilidades provocada pela inovação digital, mas, por muitas vezes, esbarram em orçamentos reduzidos ou até estagnados. Embora o treinamento digital ajude a resolver e otimizar o custo de T&D, está longe de ser suficiente sozinho.

Outra coisa a mencionar é como o treinamento contribui para a marca empregadora e, consequentemente, o recrutamento. Hoje, as novas contratações são fortemente atraídas pela promessa de treinamento constante. Para eles, a chance de desenvolver a empregabilidade pode, muitas vezes, superar o salário.

Integrando Treinamento Digital e a Gestão de Talentos

A integração entre treinamento e RH está sendo impulsionada rapidamente como resultado da gestão de talentos, o paradigma mais recente de RH. Devemos pensar para além dos “high potentials”: todo colaborador tem algo a oferecer, e esse talento deve ser atraído, retido e desenvolvido. 

As empresas, portanto, têm se voltado para esse desafio, pois terão que jogar estrategicamente para se destacar nesta guerra global de talentos. Elas devem promover a ideia de “colaborador em primeiro lugar”, pois um funcionário feliz faz um cliente feliz e é mais produtivo. As empresas devem se envolver mais ativamente na evolução profissional, da qual também serão beneficiadas no final.

Não podemos mais negar que, hoje, o treinamento digital é fundamental para a promoção dos principais processos de RH e gestão de talentos de uma empresa. Coloque o talento no coração da empresa e use o treinamento para recrutar, reter (onboarding, flexibilidade, reconhecimento) e desenvolvê-lo.

Além disso, esse movimento é um prenúncio do sucesso da colaboração aprofundada entre T&D e RH. Ninguém pode fazer isso sozinho, e o sucesso da empresa depende, em grande parte, dessa colaboração. Mudar de uma mentalidade de silos para uma de integração será o primeiro sinal certo de tal parceria.

Adaptado de um artigo escrito por:
Michel Diaz , Diretor Associado – FEFAUR
Olivier Metzker , Diretor de Operações da França, CrossKnowledge

Saiba mais

Fique por dentro

Receba as notícias do nosso blog direto no seu email!